Férias escolares

Escolas da Rede Estadual iniciam período de recesso escolar neste mês de julho

Maior parte das unidades escolares da REE ficará sem atividades entre os dias 01 e 15/07. Escolas Estaduais no município de Miranda, em caráter de excepcionalidade, terão recesso de 17 a 31 deste mês.

01/07/2019 14h36
Por: Redação
Fonte: Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
45
Vinícius Espíndola – Secretaria de Estado de Educação (SED) Foto:
Vinícius Espíndola – Secretaria de Estado de Educação (SED) Foto:

Campo Grande (MS) – Neste mês de julho, mais de 234 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino (REE) iniciam o recesso escolar, período de 15 dias que marca o fim do primeiro semestre e que antecede a segunda metade do ano letivo nas 362 unidades escolares em todo o Estado. A partir desta segunda-feira (01/07), na maior parte das unidades da REE, cerca de 18 mil professores – temporários e efetivos – também aderem ao “descanso” de duas semanas, antes do reinício das aulas.

Com 210 dias letivos previstos para o ano todo, o calendário escolar – adotado no início de 2019 – prevê o retorno dos estudantes para o próximo dia 15 deste mês de julho. A exceção fica para as escolas da Rede Estadual localizadas no município de Miranda, que terão o recesso escolar entre os dias 17 e 31/07, conforme já publicado na Edição n. 9.920 do Diário Oficial do Estado (DOE), do último dia 10 de junho.

A mudança foi adotada em função do sistema de transporte escolar que, assim como em diversos municípios do interior de MS, é responsável por levar estudantes das Redes municipal e estadual que vivem na região. Em Miranda, são seis unidades escolares da REE: três urbanas e três rurais (indígenas). Juntas, elas atendem cerca de 1.8 mil estudantes em todas as etapas da Educação Básica e projetos da Secretaria de Estado de Educação (SED).

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários