Sexta, 24 de Setembro de 2021 17:14
(67) 99638 8893
Geral Mato Grosso do Sul

Governador lançou, nesta semana, programas para setores como esporte, meio ambiente e segurança

O governador Reinaldo Azambuja lançou programas e uma série de atividades para setores como esporte, meio ambiente, segurança e economia nesta sema...

11/09/2021 05h40
14
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Chico Ribeiro
Chico Ribeiro

O governador Reinaldo Azambuja lançou programas e uma série de atividades para setores como esporte, meio ambiente, segurança e economia nesta semana. São ações que visam a preservação, desenvolvimento social e valorização dos servidores públicos, que são marcas da atual gestão.

Para o meio ambiente o governador lançou o edital público da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado), que irá selecionar projetos científicos que vão ajudar na neutralização dos gases que esquentam o planeta e causam a destruição do meio ambiente e são causadores do efeito estufa.

“Temos visto os efeitos causados pelo aquecimento global: secas extremas em algumas regiões, excesso de chuva em outras, e até frio em lugares atípicos. Isso desperta compromisso com a agenda da sustentabilidade. Mato Grosso do Sul está focado nisso”, descreveu o governador.

O aporte financeiro previsto neste edital será de R$ 4 milhões. Os recursos serão repassados para projetos de pesquisa e inovação nas áreas de Bioeconomia, Biotecnologia, Biodiversidade, Energias Renováveis e Produção Sustentável. A medida visa contribuir com a meta se tornar o “Estado Carbono Neutro” até 2030.

Ainda nesta semana, Reinaldo Azambuja recebeu o mapeamento hidrográfico da Bacia do Rio Paraguai, que foi feito pelo Instituto Taquari Vivo, em parceria com o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). O documento vai permitir identificar os “pontos críticos” de toda a bacia, em relação a áreas degradadas e com erosão, além de contribuir para o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Segurança pública

No aniversário da Polícia Militar, o governador anunciou que está elaborando projeto que vai fazer a reestruturação da carreira dos policiais e bombeiros militares. A proposta deve ser encaminhada em outubro para votação na Assembleia Legislativa. Ele aproveitou a solenidade para destacar os investimentos em segurança pública.

“Foram sete mil promoções apenas na PM, para destravar as promoções da categoria. Assim como a nomeação de 1,7 mil agentes de segurança na nossa gestão. Além da apreensão recorde de drogas, também lançamos o programa OCOP, que amplia a presença dos policiais nos bairros da Capital”.

Na solenidade ainda teve a formatura de 59 capitães do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais da PMMS. Eles concluíram o curso de formação após 393 horas/aula, durante o período de 17 de maio a 25 de agosto deste ano. Os profissionais vão assumir novas missões para contribuir com a segurança pública do Estado.

Apoio ao esporte

Na visita do paratleta Yeltsin Jacques, que conquistou duas medalhas de ouro nas Paralimpíadas de Tóquio, o governador anunciou que vai ampliar o programa “Bolsa Atleta”, que tem o objetivo de apoiar os atletas do Estado em competições regionais, nacionais e internacionais. O programa paga auxílio mensal de até R$ 1,5 mil mensais para esportistas das mais diversas modalidades.

"Vamos criar mais uma bolsa para os atletas de alto rendimento ampliar o número de beneficiários do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico. Com isso, vamos dobrar o número de bolsas. Ou seja, vamos conseguir atender mais pessoas", descreveu na oportunidade.

Na sexta-feira (10) também anunciou medidas de apoio à modalidade do laço comprido, como a inclusão da federação no edital da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), que vai dispor de ajuda financeira para diferentes clubes esportivos, assim como avisou os laçadores, que eles poderão fazer parte do Bolsa Atleta do ano que vem.

Microcrédito

Um dos pilares do pacote de investimentos “Retomada MS”, o governador participou da solenidade de liberação dos primeiros contratos do programa “+Crédito MS”, que vai conceder crédito de até R$ 30 mil para pessoas físicas e jurídicas, que estão no ramo do empreendedorismo. No evento já foram entregues cheques simbólicos a sete beneficiados, em contratos que serão encaminhados para instituições financeiras credenciadas.

O programa concede “juros zero” no financiamento, com a intenção de ajudar micro e pequenos empreendedores na retomada das atividades. Os contemplados devem ter renda ou faturamento bruto anual máximo de até R$ 360 mil. O parcelamento será em até 24 vezes, com seis meses de carência.

O governador lembrou que o programa de microcrédito será permanente, embora tenha sido lançado como apoio emergencial aos setores mais prejudicados com a pandemia da Covid-19. "Esse apoio vai continuar depois da pandemia, queremos prosperidade, que os negócios cresçam e gerem oportunidades de emprego e renda". Ainda citou que o Estado teve capacidade de estender a mão para todos os segmentos afetados pela situação pandêmica, como a cultura, o turismo e também a área social, atendendo famílias carentes do Mato Grosso do Sul.

Leonardo Rocha, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias