Costa Rica

Costa Rica se prepara para receber o Rally dos Sertões

O município estima um giro financeiro em toda a cadeia produtiva de R$ 2 milhões em apenas um dia de evento.

31/05/2019 09h14Atualizado há 4 meses
Por: Redação
Fonte: Conjuntura
41
Costa RicaCosta Rica se potencializa como capital dos esportes de aventura da região Centro-Oeste (Foto: Edemir Rodrigues) se potencializa como capital dos esportes de aventura da região Centro-Oeste (Foto: Edemir Rodrigues)
Costa RicaCosta Rica se potencializa como capital dos esportes de aventura da região Centro-Oeste (Foto: Edemir Rodrigues) se potencializa como capital dos esportes de aventura da região Centro-Oeste (Foto: Edemir Rodrigues)

Costa Rica e região, que integram a Rota Cerrado do Pantanal, se preparam para receber o Rally dos Sertões 2019, que passa pela cidade após a largada em Campo Grande, no dia 24 de agosto, com todos os segmentos se unindo para fomentar a economia e alavancar o turismo de natureza e aventura. O município estima um giro financeiro em toda a cadeia produtiva de R$ 2 milhões em apenas um dia de evento.

 

A escolha de Campo Grande como largada de uma das maiores competições mundiais de off-road, com a prova cruzando a região nordeste até a divisa com Mato Grosso, é resultado da ação conjunta do Governo do Estado e da prefeitura da Capital. 

 

Ao apoiar o evento, o governador Reinaldo Azambuja destacou o seu potencial na divulgação do Estado como polo turístico e o forte cunho social junto às comunidades situadas na rota da competição.

 

“Em 2017 tivemos a chegada em Bonito, depois da passagem por Coxim e Aquidauana. Agora, com a largada em Campo Grande, MS se torna vitrine para o mundo. Nossa estratégia é divulgar atrativos, belezas naturais e potencialidades turísticas para que brasileiros e estrangeiros possam conhecer nosso Estado”, afirma o governador.

 

Capital dos esportes radicais

 

Com esse foco, a cidade de Costa Rica, distante 340 km de Campo Grande, está unida para deixar sua marca na passagem do rally e multiplicar a ação do Governo do Estado em dividendos para o turismo, uma das vocações da região. 

 

Com o apoio da Fundtur (Fundação de Turismo de MS), a prefeitura local vem mobilizando todo o trade e outros segmentos para garantir um receptivo e um serviço de qualidade aos competidores e aos turistas.

 

“A escolha de Costa Rica como cidade-pouso do rally, depois da prova passar nos arredores e chegar em Coxim, em 2017, é uma grande oportunidade de consolidarmos a região como o centro dos esportes radicais do Centro-Oeste”, disse Keyler Simey Garcia, secretário municipal de Turismo, Meio Ambiente, Esporte e Cultura. “A parceria do Estado tem sido fundamental para conquistarmos cada vez mais espaços e visibilidade nacional através de grandes eventos.”

 

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Costa Rica, Anderson Dias, está entusiasmado com o impacto positivo para a economia local com a passagem do rally. 

 

“Estamos colhendo mais uma semente para o futuro e temos que nos prepararmos para potencializar a região no turismo”, disse. “O Governo do Estado não esqueceu de Costa Rica e tem desempenhado papel importante, como garantir o acesso à região com boas estradas”, ressaltou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários